ESPAÇO CULTURAL DE PALMAS – MEMÓRIA

Às margens da principal avenida da capital, em território verde do parque da cidade, num plano elevado, a paisagem recriada marca a presença da edificação.

A inversão de escalas volumétricas com um simples movimento de pisos destaca a grande sala do teatro e acolhe o ponto de encontro: a praça maior.

A generosa sombra criada resolve as questões climáticas e revela sua expressão arquitetural; o “lugar”; um “continuum” de convívio cultural .