CONCURSO PARA O CENTRO URBANO DE CULTURA,ARTE E CIÊNCIA E ESPORTE DE FORTALEZA – CE – MEMÓRIA

Espacializar os propósitos do CUCA significa propor uma edificação de caráter eminentemente publico, um ponto de convergência e irradiação com a merecida dimensão representativa; edifício símbolo da comunidade.

Não se trata simplesmente de marcar presença no contexto urbano construído, mas, refletir a essência do projeto, atitude propositiva que ajude a restaurar a interessante paisagem local.

Não se limita ao universo de uma plasticidade supérflua, mas um “lugar configurado” onde a evidente permeabilidade enriqueça o potencial do encontro; uma Arquitetura de integração.

A solução apresentada atende com sua racionalidade construtiva a necessidade de espaços flexíveis para usos diversos. A expansão proposta em estrutura metálica tratada é uma solução ágil e leve que suporta a tela em alumínio sobre telhas brancas translúcidas em fibra.
Robustez e simplicidade construtiva resultam assim num grande espaço de sombra para os mais diversos eventos, feiras e exposições. Os pilotis restaurados dão continuidade a este espaço de arena e integra-o á varanda do conjunto esportivo.

Fica claro que as condições de ventilação e iluminação naturais assim como as outras variáveis do conforto ambiental alicerçaram o partido arquitetônico adotado. Talvez seja desnecessário ressaltar o posicionamento do conjunto que teve como premissa básica de implantação as determinantes físicas do desnível do terreno e da insolação.

A telha com tratamento termo-acústico separada da laje pelo colchão de ar com ventilação cruzada constante permitem por seu pé direito alto, armazenar sobre o forro toda a galeria técnica das diversas instalações.

Se por um lado a acessibilidade é ampla, seu controle quando necessário é motivo de entendimentos na hora oportuna.

Se a integridade do projeto extrapola a edificação e visa abranger o contexto urbano, é notável a setorização que cria facilidades administrativas sem prejudicar a interessante convivência das diversas atividades.
Pensamos também na flexibilidade de lay-outs e fundamentalmente no razoável custo de manutenção e conforto possibilitando vários eventos ocorrerem ao mesmo tempo.

A intenção de viabilizar uma obra racionalizada, de custos satisfatórios e baixos custo de manutenção nos levou a adotar um sistema construtivo modular com vãos de quatro metros no sentido longitudinal do conjunto, dimensão já pré-estabelecida pelo edifício existente. Desta forma a obra pode ser executada em etapas, com parte da edificação em funcionamento.