CONCURSO FACULDADE ABC PAULISTA – MEMÓRIA

O conceito de multicampi reiterou nossa primeira intenção de evitar unidades volumétricas autônomas, mas desenvolver um meticuloso trabalho de implantação que desse continuidade ao entorno imediato existente.

Nossa proposta visa reinterpretar os vetores, as linhas, a dinâmica e mais do que isto: as nuanças do lugar. Trata-se de uma apreciação que visa atender as diretrizes do “Projeto Eixo Tamanduatehi”.

Ampliar a reurbanização desta faixa do território, potencializar os eixos urbanos e abrir as margens do rio resulta em desobstruir, no sentido transversal ao Eixo, o encontro da cidade com este ponto nobre da paisagem.

Mais do que evitar barreiras propomos integrar territórios, criar permeabilidade de fluxos e cultivar uma grande massa verde; uma nova paisagem urbana e natural.

O Partido resulta portanto da exploração da urbanidade arquitetônica, da sua dimensão simbólica por sua nobreza programática conferir-lhe um caráter representativo; o expressivo espaço arquitetural.
Não se trata de uma postura casual, de meras conseqüências da atual realidade mas, uma atitude d projeto que seja propositiva, que re-direcione os destinos da região.
Se a integridade do projeto extrapola a edificação e abrange, desde sua concepção, todo o context urbano, é notável a hierarquia programática das edificações.
A convivência do Centro Desportivo com os alojamentos nos pareceu interessante, estando aind setorizados próximos ao entorno residencial com acessos fáceis e independentes.
As atividades acadêmicas de ensino e pesquisa em blocos interligados, no “minhocão”, possibilitam a setorização adequada, facilidades administrativas, proximidades de estacionamento, flexibilidade de lay-outs e fundamentalmente, razoável custo de manutenção e conforto. Fica ainda mais interessantes esta tipologia com a implantação de jardins “internos” que colaboram com a ventilação e iluminação natural “cruzada”.

Sendo um dado importante do programa a multiplicidade de contatos e confrontações de idéias esta pequena cidade do conhecimento lança, a partir do sitio físico existente, rampas e passarelas que conduzem o cidadão ao centro cultural, à praça da alimentação, das lojas, dos eventos enfim, ao ponto de encontro.
Se este é o ponto focal do projeto, um tratamento volumétrico peculiar foi dado ao prédio da reitoria e prefeitura que junto ao Teatro marcam referencia na grande avenida.

A intenção de viabilizar uma obra racionalizada, de custos satisfatórios e baixo custo de manutenção nos levou a adotar um sistema construtivo modular com vãos de seis metros no sentido longitudinal do conjunto, que possa ser executado em etapas, com parte da edificação em funcionamento e possibilidade de execução em estrutura metálica, concreto ou elementos pré-moldados conforme os interesses apresentados.

Talvez seja desnecessário ressaltar o posicionamento do conjunto que teve como premissa básica de implantação as determinantes físicas do desnível do terreno e da insolação.

Os cuidados relativos à topografia e sua proximidade às enchentes do rio determinaram a definição de uma cota de soleira mais alta, sem que o conjunto perdesse sua nobre característica de ampliação daquela paisagem.

A preservação do matadouro não foi totalmente descartada, mas requer umas apreciações mais detalhadas, viáveis na hora mais adequada.

Podemos dizer, portanto que resulta assim, um ponto de interesse, um parque, em fim, uma nova topografia que possa ser uma contribuição à cidade.